sábado, 29 de março de 2008

Perfume de mulher

E “Tâmo’s aí”... Creio que há algum tempo que não escrevo, pelo menos aqui! Blogger, o que é um blogger? Um diário on-line? Um espaço virtual onde locamos nossas reflexões? Expectativas? Angústias? Sei não... já tive blogger de conto (“Conto por Contos”), blogger de poesia (“Poesias de dia a dia”), enfim, já regurgitei muita coisa e blogger... Mas venho aqui hoje, querido leitor, para expressar meus votos de elogio para um filme bacana que acabei de ver entre o cansaço, a saudade de Ana Lúcia e meu sonambulismo habitual: “Perfume de Mulher”.
O filme é bonito, a atuação do Al Pacino é primordial... mas o que me chamou a atenção foi uma palavrinha: “integridade”.
Faltam alguns dias para minha qualificação no mestrado. Após imprimir as muitas laudas, percebi meu trajeto e como foi tal trajeto.
Confesso, difícil. Mas necessário.
Talvez muita gente pense que eu mudei. Que eu me tomei de um cerebrismo mortífero que me afasta das coisas corriqueiras da vida, como falar de futebol, filmes bobos e os demais etc comuns ao dia a dia. T’é que não! E isso tem um motivo!
Ana Lúcia. Acho que ter alguém integro ao nosso lado, que procura entender e, talvez, até mesmo vivenciar aquilo, é primordial. Não falo de respeito. Falo de compreensão.
De sentar ao teu lado e rever as normas da ABNT pela milésima vez. Coisas desse tipo.
Um perfume de mulher (nenhuma analogia ao filme, apenas o nome). Taí. Ela é um perfume de mulher. E nada mais justo que iniciar esse ano de escrita bloggeira homenageando meu perfume de mulher!


E a história continua...

Um comentário:

Ana Nascimento disse...

Perfume francês! Dos melhores! rsrsrs
Eu tenho muito orgulho de você, sabia?

Bjs mts

Tua